Botões

Vovô Irineu


O primogênito, o carro-chefe, o mais ranzinza dos avôs! Vovô Irineu!
Esse velhinho simpático é a base de toda uma família. Antes um trabalhador dedicado, atento e muito detalhista, formou sua família com sua esposa Dolores, com quem está casado há mais de 60 anos, e viveu. Nasceu, cresceu, trabalhou, reproduziu, aposentou e chegou ao ponto em que vive.
Talvez por isso ele tenha se tornado quem se tornou. Alguns o chamariam de grosso, outros de ignorante. A verdade é que Vovô Irineu não passa de uma pessoa, como todos nós, impaciente.
Meio surdo, semi-senil e com muita personalidade, não gosta de ser contrariado. Não tem muita tolerância e é extremamente tradicional. Ainda mais quando mexem com sua amada Dolores ou com seu netinho, Piliguinha.
Provavelmente o mais amado dos personagens, Vovô vence pelo carisma: afinal, quem de nós não sonha em se tornar um velho resmungão?
Vovô Irineu não é baseado em ninguém particular da minha vida. O Vovô é uma previsão. Quem me conhece, sabe da minha falta de paciência e das minhas respostas secas e de meus momentos de grosseria rudimentar.
Ele é o primeiro personagem que criei. Não só o primeiro, como o meu favorito. Eu comecei a imitar uma voz de velho irritantemente engraçada em meados de 2009. Tão irritante que, em certo ponto, eu parei de falar com minha própria voz pra falar com a voz de velho. E essa voz se tornou o Vovô Irineu. Gagá, senil, surdo mas extremamente amável!
Sobre o design... bom. Talvez ele seja uma mistura do meu avô paterno (valeu Vô Nelson!) e com óbvia inspiração do personagem principal de UP (animação da Pixar).

Nenhum comentário:

Postar um comentário